Lisboa na África by Ricardo
Lisboa partilha com a Paris a reputação de ser a cidade mais africana na Europa. Se a distinção da capital francesa é derivada ao número predominante de ex-colónias francófonas no continente, então o caso português é mais complicado – uma combinação de longevidade (uma presença de 500 anos em solo africano), uma história de colonialismo (particularmente em Angola) envolvendo centenas de milhar de migrantes, e uma guerra prolongada, perversa e “tardia” levada a cabo contra os movimentos anti-colonialistas numa tentativa de manter o controlo sobre as “propriedades” do continente africano. Por outras palavras, uma longa história de sangue – tanto partilhado como derramado. O tipo de “africanidade” distintivo de Lisboa – em todas as suas subtitlezas, manifestações e complexidades – forma o nexus de investigação deste campo de pesquisa, dividido em três áreas principais de actividade: black people. lisbon. Uma investigação fotográfica documentando aspectos da experiência vivida por migrantes africanos, predominantemente,…
READ MORE
Cinema Angolano – novas datas by xerem

TPA + Laboratório Nacional de Cinema Carnaval da Vitória, 1978, 40min., António Ole | 18 de Junho | 18h30 No Caminho das Estrelas, 1986, 28min., António Ole | 18 de Junho | 18h30 Devido a motivos imprevistos, está cancelada a sessão de dia 17 de Junho. Os filmes Festa Do Boi Sagrado e Nelisita, de Ruy Duarte de Carvalho, serão exibidos em Setembro. Saiba mais sobre o ciclo de cinema angolano Mambos de Ideologias Esquecidas.

READ MORE