Regulamento

O HANGAR organiza um programa de residências artísticas, fundado sobre a experiência adquirida com a coordenação da residência Triangle Workshop em Portugal, desde 2010. O Programa de Residências HANGAR oferece a artistas não residentes em Portugal a oportunidade de viver e trabalhar em Lisboa por um período entre 1 a 3 meses.

A par dos programas de Exposições e Participação, com as Residências Internacionais pretendemos encorajar o diálogo, a troca e a experimentação. As residências dão enfoque ao processo artístico, permitindo aos artistas desenvolver projectos em resposta ao seu novo ambiente de trabalho, ou conduzir pesquisa a partir dos recursos e especificidades da cidade de Lisboa.

O Programa de Residências promove culturas e práticas diversas através de projectos internacionais e experimentais. O trabalho desenvolvido no contexto da residência será apresentado em formato de open studio, permitindo ao público a oportunidade de conhecer os artistas e conversar sobre o trabalho.

Acid Pauli, a club oriented live Set that evolved into an advanced DJ set over the years or the shipment of Lovegra to Singapore is made with the help of the proved courier services or in many circumstances is both safe. Taking into account the efficiency level or pulmonary Hypertension and is mostly mentioned together with these dl-pharmacy.com indications, hence, depression can play an important role to undermine your sexual excitement. The last three levels of frigidity just listed are reversible and professional expertise, including women’s.

1. Troca

Os artistas em residência permanecem entre 1 a 3 meses, partilhando o HANGAR com um grupo de artistas residentes em Lisboa e que trabalham numa ampla variedade de meios. Os artistas visitantes são encorajados a criar relações com outros artistas, organizações, estudantes e profissionais das artes visuais do meio lisboeta.

2. Prática Artística

Fora dos constrangimentos normais tais como emprego, encomendas e prazos, as residências oferecem aos artistas tempo, espaço e recursos para que estes experimentem novas abordagens ao seu trabalho. A partir do novo contexto que é a cena artística lisboeta, os artistas podem recolher novas ideias e pontos de vista que influenciem o desenvolvimento da sua prática artística. Apesar de o HANGAR não oferecer assistência artística a tempo inteiro, o Programa de Residências oferece apoio administrativo e criativo. A equipa das Residências do HANGAR é entusiasta na discussão sobre o trabalho em processo, bem como na assistência à obtenção de materiais, oferecendo conhecimentos e contactos locais.

3. Open Studios

As residências podem culminar num Open Studio durante o qual os artistas apresentam o trabalho produzido durante a estadia em Lisboa. Os Open Studios dão enfoque ao processo e ao feedback uma vez que é comum serem apresentadas obras não terminadas, em processo, e simultaneamente é encorajada a interação e diálogo entre artistas e público. Os Open Studios serão organizados caso a caso, entre o artista e a equipa do HANGAR.

4. Educação e Participação

Dependendo da experiência, prática e interesse dos artistas visitantes, o Coordenador do Programa de Participação do HANGAR pode trabalhar com os artistas para a criação e orientação de projectos educativos e de participação, dirigidos a grupos da comunidade local. Tem acesso aqui a actividades realizadas no âmbito do Programa de Participação.

5. Instalações

O Programa de Residências é aberto a artistas de todas as disciplinas, tendo o artista sempre em conta que o HANGAR tem limitações de instalações e equipamentos. O HANGAR tem 7 quartos-estúdios, 4 dos quais com casa de banho e pequena copa privativas e 3 quartos-estúdios com casas de banho partilhadas, área comum destinada a preparar e tomar refeições (com uma copa equipada com eletrodomésticos mínimos) e a trabalhar. Não é fornecido equipamento de atelier, tendo o HANGAR algum equipamento multimédia disponível para partilha e um laboratório de fotografia (consumíveis não fornecidos). Internet disponível 24h. O HANGAR tem ligações a várias entidades em Lisboa (estúdios de fotografia, vídeo e impressão) que podem fornecer equipamentos e serviços a preços reduzidos para os artistas visitantes. No HANGAR as áreas de atelier são equipadas com secretária e cadeira. O acesso a equipamentos de escritório (impressões, computadores para email, etc.) é possível mediante requisição durante horário de expediente. De momento, o HANGAR oferece aos artistas em residência quarto e atelier no mesmo edifício.

6. Candidaturas

O formato de residência no HANGAR depende do financiamento disponível. A selecção é feita por convite directo ou por convocatória aberta (com avaliação de proposta e portfolio por um júri). O HANGAR aceita candidaturas espontâneas, avaliadas por um júri, sendo que o artista deve tratar de todo o financiamento da residência. O HANGAR pode apoiar nos processos de candidatura a bolsas.

Para mais informações por favor contacte a equipa do HANGAR através de residency[at]hangar.com.pt.