Africa Centre – Artist In Residency (AIR) Programmes

Prazo: 16 Dezembro 2017

Call for Residency : Research grant Chaire Global South(s) at la Maison des Sciences de l’Homme

Prazo: 2 janeiro 2018

Critical African Studies Call for Papers

Prazo: 1 janeiro 2018

Call for applications RAW Académie Session 4

Prazo: 14 janeiro 2018

OPEN DAY | TRIANGLE NETWORK 6ª EDIÇÃO

16 de Dezembro, Sábado, 15h
Entrada Livre

CONVERSA DE ARTISTAS COM ANDRÉ PRINCIPE E JOSÉ PEDRO CORTES

12 de Dezembro, Terça-feira, 18h
Entrada Livre
Em Inglês

A experiência de espaços independentes geridos por artistas em África

11 de Dezembro, Segunda-feira, 18h
Entrada Livre
Em inglês

CONVERSA DE ARTISTAS COM A EQUIPA DA HÉLICE

9 de Dezembro, Sábado, 18h
Entrada Livre
Em Inglês

Hangar | Triangle Network 6ª Edição

(IM)Possibilities
4 a 17 de Dezembro 2017

(IM) Possibilities é a 6ª edição do Workshop Internacional organizado pelo Hangar em parceria com a rede internacional Triangle Network (TN).

(IM) Possibilities pretende ser uma reflexão sobre o que é uma possibilidade ou o seu fracasso. Pensar o que são as derrotas do possível dentro da história, o que ficou por fazer ou por dizer, ou mesmo a acção de fazer acontecer o que não é previsível e seguro, mas que torna a impossibilidade de criar para além de todas as limitações.

O Workshop segue o modelo da TN, que consiste em reunir um pequeno grupo de artistas (metade nacionais, metade internacionais) para, em conjunto, desenvolverem intercâmbios artísticos durante duas semanas, num formato de residência artística.

Nesta edição, os artistas participantes são: Nii Obodai (Gana), Charles Bhebe (Zimbabwe), Nikissi Serumaga (Uganda), Maria Trabulo (Portugal), Luís Plácido Costa (Portugal), Diogo da Cruz (Portugal).

O grupo é escolhido numa lógica de paridade entre géneros e nacionalidades. O objectivo deste workshop é reunir artistas que, para além das suas práticas artísticas, são também activos como produtores culturais e que dinamizam projectos independentes em diferentes geografias.

Um programa com conversas, seminário e Open Day, abertos ao público, completam as actividades do Workshop, dando apoio e visibilidade aos trabalhos em desenvolvimento.

ARTISTAS RESIDENTES

CharlesBhebe0003

Charles Bhebe

Zimbabwe

DiogodaCruz_0001

Diogo da Cruz

Portugal

MariaTrabulo_0003

Maria Trabulo

Portugal

Artistas e curadores convidados

Sérgio Fazenda Rodrigues (1973). Vive e trabalha em Lisboa. É Arquitecto e Mestre em Arquitectura. Foi doutorando em Belas Artes e é doutorando em Arquitectura. Leccionou na Universidade dos Açores e na EUVG/ Parq-Coimbra. Foi consultor cultural do Governo Regional dos Açores, onde organizou a coleção de arte contemporânea do Arquipélago – C.A.C. e a sua programação de eventos. Integrou a direcção da secção portuguesa da Associação Internacional dos Críticos de Arte – A.I.C.A. e é cofundador do projecto editorial Palenque. Dedica-se à escrita e à curadoria de arquitectura e artes visuais, é autor do livro “A Casa dos Sentidos” e colabora regularmente com a revista Contemporânea, publicando também em livros e catálogos de exposições. O trabalho de curadoria que tem vindo a desenvolver abrange intervenções junto de colecções particulares, galerias e instituições públicas, em Portugal, Inglaterra, Espanha e Bélgica.

João Silvério (1962). Vive e trabalha em Lisboa. É Mestre em Estudos Curatoriais pela Faculdade Belas-Artes da Universidade de Lisboa. É curador da coleção de arte contemporânea da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (www.flad.pt)
Inicia a sua actividade como curador independente em 2003, trabalhando com colecções de arte contemporânea públicas e privadas. João Silvério foi Presidente da Secção Portuguesa da AICA – Associação Internacional de Críticos de Arte desde Março de 2013 até Dezembro de 2015. Cria o projecto independente EMPTY CUBE em Outubro de 2007 que tem apresentado projectos de artistas, designers e arquitectos (www.emptycube.org)
Escreve regularmente sobre projectos artísticos em catálogos, publicações e websites entre os quais no www.emptycube.org

Duarte Amaral Netto (Lisboa, 1976). Vive e trabalha em Lisboa. Estudou fotografia no Ar.co de 1996 a 2000, participou na primeira edição do Curso de Fotografia da Fundação Calouste Gulbenkian em 2004 e obteve o European Master of Fine Art Photography no IED Madrid em 2016 (com a bolsa IED). Expõe regularmente desde 2002, quando recebeu o Grand Prix du 48ème Salon de Montrouge, em Paris. Representou Portugal na exposição “100 photos pour l’Europe” em Paris e foi seleccionado para diversos festivais e eventos como “European Night” em Arles (2006) ou Plat(t)form em Winterthur (2014). Em 2012 foi nomeado para a 8ª Edição do Prémio BES PHOTO com exposições no Museu Berardo em Portugal e Pinacoteca de São Paulo no Brasil. É professor de Fotografia no Instituto Politécnico de Tomar desde 2003.

João Paulo Serafim (Paris, França, 1974). Vive e trabalha em Lisboa. Formado em Fotografia e Artes Plásticas no Ar.Co, escola onde lecciona no Departamento de Fotografia desde 1998. Em 2005 participa no Curso de Fotografia do programa Gulbenkian Criatividade e Criação Artística, tendo em 2008 frequentado o curso de História de Arte da Universidade Nova de Lisboa. Em 2005 foi vencedor do 3º Prémio Purificacíon García. Desenvolve desde 2005 o projeto MIIAC – Museu Improvável Imagem e Arte Contemporânea, museu ficcionado baseado numa pesquisa iconográfica de um acervo pessoal, construído ao longo do percurso do artista. O MIIAC materializa-se virtualmente ou através de exposições em diferentes espaços, combinando memórias pessoais e colectivas. Colabora ainda com espetáculos teatrais e coreográficos.

Rodrigo Tavarela Peixoto (Lisboa, Portugal, 1974). Vive e trabalha em Lisboa. Fotógrafo português, expõe regularmente desde 1999, ano em que terminou seus estudos no Ar.Co. Neste ano recebeu uma bolsa da FLAD que lhe permitiu continuar os estudos na SVA, Nova Iorque. Em 2010 concluiu o Mestrado em Artes Plásticas na ESAD.CR. Está presentemente a realizar um Doutoramento em Estudos de Comunicação como Bolseiro da FCT. Desde 2007 lecciona várias disciplinas nas Licenciaturas de Fotografia, Animação Digital e Cinema na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Fundou a empresa Resize, realizando trabalhos de Fotografia desde 2001. As suas fotografias estão representadas em algumas das mais importantes coleções portuguesas, como a coleção PLMJ, BES Arte e Fundação EDP.

Valter Ventura (Lisboa, Portugal, 1979). Vive e trabalha em Lisboa. Licenciou-se em História da Arte pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Em 2005, como bolseiro do Banco Espírito Santo, frequentou o Curso Avançado de Fotografia no Ar.Co – Centro de Arte e Comunicação Visual. É professor especialista no Curso Superior de Fotografia do Instituto Politécnico de Tomar, colaborando também com o Ar.Co, o Atelier de Lisboa e a Faculdade de Belas-Artes de Lisboa. Em 2008, participou (em dupla com José Nuno Lamas) no Curso de Fotografia do 2º Programa de Criatividade e Criação Artística da Fundação Calouste Gulbenkian. Entre 2012 e 2014 foi responsável pela documentação fotográfica no Carpe Diem – Arte e Pesquisa.

Alessio Antoniolli vive e trabalha em Londres. Director da Gasworks, programa de residências, exposições e projectos participatórios com enfoque em artistas emergentes britânicos e práticas e artistas internacionais, Alessio é também Director da Triangle Network, uma rede global de artistas e organizações de âmbito local. As suas funções são de gestão, angariação de fundos e planeamento estratégico da TN, assim como de colaboração com novos parceiros para o desenvolvimento de projectos tais como residências e workshops. Em 2009 Alessio impulsionou o Programa de Partilha de Conhecimentos e Competências, uma série em curso de oportunidades de formação e desenvolvimento profissional para artistas e coordenadores da TN. Alessio é detentor de um MA em História de Arte pelo Birkbeck College, University of London, especializado em questões de internacionalismo, diversidade e políticas culturais nas artes visuais no Reino Unido.

André Príncipe (Porto, 1976). Vive e trabalha em Lisboa. Estudou Psicologia na Universidade do Porto e graduou-se pela Escola de Cinema de Lisboa em 2001. Viajou pela América do Norte, Europa e Ásia. Viveu em Nova York e Londres. A sua prática artística centra-se na sequência de imagens. Expõe regularmente desde 2004 e dirigiu e co-dirigiu curtas e longas metragens, entre eles “Traces of a diary” (com Marco Martins) que ganhou o prémio honorário do júri no Documenta Madrid 2011 e foi exibindo em vários festivais internacionais. O seu último filme, Campo de flamingos sem flamingos (Som & Fúria), tece estreia comercial em 2014. André Príncipe é fundador e co-editor da editora de livros Pierre von Kleist. A PVK tem distribuição mundial e é presença regular em feiras de livros como NYArt Feira do Livro no MoMA PS1, Tokyo Art Book Fair e Offprint Paris. Publicou oito livros; Tunnels, (Edições Booth-Clibborn, Londres (2005); Master and Everyone, (2010); I thought you Knew where all the elephants lie down (2011); Perfume do Boi (2012); Smell of Tiger precedes Tiger (2012); Tokyo Diaries, com Marco Martins (2014); You´re living for nothing now, Book 1,2,3, (2015).

José Pedro Cortes (Porto, 1976). Vive e trabalha em Lisboa. Possui o diploma de Master of Arts in Photography do Kent Institute of Art & Design (Reino Unidoe do Programa Gulbenkian de Criatividade e Criação Artística (Fotografia). Expõe colectiva e individualmente desde 2004. Dos projectos institucionais destaca-se o European Photo Exhibition Award de 2011, comissariado por Sérgio Mah, e o projecto European Eyes on Japan, sendo um dos dois fotógrafos europeus convidados para realizarem um trabalho na prefeitura Japonesa de Toyama. Foi um dos 3 artistas nomeados para o prémio BES Photo 2014. Desde cedo que também centra o seu trabalho nos livros, tendo publicado “Silence” (2005), “Things Here and Things Still to Come” (2011) e “COSTA” (2013). É um dos fundadores e co-editor da Pierre von Kleist editions. O seu trabalho está representado em várias colecções públicas e privadas.

PROGRAMA PÚBLICO

  • 7 de Dezembro, Quinta-feira, 18h – Conversa com os artistas Portugueses participantes do Workshop Maria Trabulo, Luís Plácido Costa e Diogo da Cruz e o Curador Sérgio Fazenda Rodrigues (PT)
  • 8 de Dezembro, Sexta-feira, 18h – Conversa com os artistas internacionais participantes do Workshop Nii Obodai (Gana), Charles Bhebe (Zimbabwe) e Nikissi Serumaga (Uganda) e o Curador João Silvério (PT)
  • 9 de Dezembro, Sábado, 18h – Conversa de Artistas, com a equipa da Helice – Duarte Amaral Netto, João Paulo Serafim, Rodrigo Tavarela Peixoto, Valter Ventura) (PT)
    20h –
    Jantar mexicano. Chef Convidado: Shay Ola. Tacos (10€) e Cocktails (4€). Show da cantora Danae Estrela e set DJ A minha vida dava uma banda sonora. Info: alinohangar@gmail.com
  • 11 de Dezembro, Segunda-feira, 18h – Seminário “A experiência de espaços independentes geridos por artistas em África“, com os artistas participantes do Workshop Nii Obodai (Gana) e Nikissi Serumaga (Uganda) e o Director da Gaswork, Alessio Antonini (UK).
  • 12 de Dezembro, Terça-feira, 18h – Conversa de Artistas, com André Príncipe e José Pedro Cortes da PVK Editions (PT)
  • 16 de Dezembro, Sábado, 15h – Open Day. Apresentação dos trabalhos desenvolvidos durante a residência.
    20h
    – Jantar com música DJ (info alinohangar@gmail.com)
©Maria Trabulo
CONVERSA COM OS ARTISTAS NACIONAIS PARTICIPANTES DO WORKSHOP

7 de Dezembro, Quinta-feira, 18h
Entrada Livre
Em Inglês

©nii obodai
CONVERSA COM OS ARTISTAS INTERNACIONAIS PARTICIPANTES DO WORKSHOP

8 de Dezembro, Sexta-feira, 18h
Entrada Livre
Em Inglês

©helice
CONVERSA DE ARTISTAS COM A EQUIPA DA HÉLICE – ESCOLA DE FOTOGRAFIA

9 de Dezembro, Sábado, 18h
Entrada Livre
Em Inglês

©Ioana Marinescu
SEMINÁRIO “A experiência de espaços independentes geridos por artistas em África”

11 de Dezembro, Segunda-feira, 18h
Entrada Livre
Em Inglês

©pvkeditions
CONVERSA DE ARTISTAS COM ANDRÉ PRINCIPE E JOSÉ PEDRO CORTES

12 de Dezembro, Terça-feira, 18h
Entrada Livre
Em Inglês

NikissiSerumaga_0003
OPEN DAY | TRIANGLE NETWORK 6ª EDIÇÃO

16 de Dezembro, Sábado, 15h às 20h
Entrada Livre

DIRETORA ARTÍSTICA

Mónica de Miranda

CORDENADORES

Ana de Almeida
Bruno Leitão

PRODUÇÃO

Miguel Couto

COMUNICAÇÃO

Rachel Korman

ESTAGIÁRIOS

Alle Dicu
Zala Vogrinc

RESIDÊNCIA CULINÁRIA

A Li Café (Liliana Escalhão)

CONVERSA COM OS ARTISTAS INTERNACIONAIS PARTICIPANTES DO WORKSHOP

8 de Dezembro, Sexta-feira, 18h
Entrada Livre
Em Inglês