Artivism = Capital | Edição especial da Revista Contemporânea by Ricardo Março 05, 2018 0 Novidades anteriores

Conceptualizada pelos alunos do Seminário de Curadoria do The Lisbon Consortium

(Universidade Católica Portuguesa)

Apresentação no Hangar – Centro de Investigação Artística

22 de Março de 2018, às 18h

Entrada Livre

“Artivism = Capital” constitui a edição especial da Revista Contemporânea conceptualizada pelos alunos do Seminário de Curadoria do The Lisbon Consortium (Universidade Católica Portuguesa) que destaca o contributo ativista das práticas artísticas, ou seja, o seu potencial como veículo de mudança social. Os projetos artísticos de Alexandra Ferreira & Bettina Wind, Maria Trabulo, Marilá Dardot e Nikolaj Bendix Skyum Larsen reúnem um conjunto de ações criativas que são, por si só, capital.

Artistas participantes

A dupla artística Alexandra Ferreira e Bettina Wind dispõe de um diversificado background académico em escultura, artes visuais, dramaturgia e literatura. Este duo
desenvolve trabalhos artísticos com uma forte componente de pesquisa, abordando questões estéticas, políticas e económicas através das mais variadas formas – instalações, vídeos, textos e desenhos. Por vezes os seus projectos estão também ligados à arquitetura, ao urbanismo, à história do cinema, à economia ou à biologia. Os seus projectos assentam frequentemente em questões ligadas à sua produção: quais as técnicas e formas que sustentam a apresentação do material? Qual o papel que a documentação e a ficção desempenha na criação de uma narrativa? Como podem os artistas desenvolver iniciativas com impacto nas estruturas de trabalho que muitas vezes parecem obscuras e precárias?

Maria Trabulo é uma artista e researcher portuguesa nascida em 1989 que confronta questões contemporâneas através das mais variadas formas artísticas. O contexto em que Maria vive é a sua primeira e constante inspiração; crise económica, globalização, fronteiras, migração, memória social e revoluções são alguns dos temas que motivam a sua prática. Com uma formação académica em Belas Artes, Arte & Ciências e sendo uma colecionadora nata de imagens, vídeos e informações da esfera pública, as suas práticas artísticas refletem a sua intensa pesquisa sobre o domínio das questões sociais, culturais e políticas. Marilá Dardot nasceu em 1973 no Brasil, onde se formou em Estudos de Comunicação na UFMG em 1996; seguido de três anos de Estudos de Artes Visuais na Escola Guignard até 1999. Tendo como base a sua licenciatura em Estudos da Comunicação, investiu mais tarde num Mestrado em Linguagens Visuais na UFRJ no Rio de Janeiro em 2003. Dardot dá vida às suas ideias através das mais variadas formas artísticas, tais como vídeos, exposições e instalações. Desde 1999 que a artista expõe o seu trabalho por todo o mundo e envolve as suas práticas artísticas em discursos globais. Baseado no seu percurso académico, Marilá cria os seus projectos entrando num jogo de palavras, tanto ao nível do seu significado como da sua (trans)formação física.

Marilá Dardot nasceu em 1973 no Brasil, onde se formou em Estudos de Comunicação na UFMG em 1996; seguido de três anos de Estudos de Artes Visuais na Escola Guignard até 1999. Tendo como base a sua licenciatura em Estudos da Comunicação, investiu mais tarde num Mestrado em Linguagens Visuais na UFRJ no Rio de Janeiro em 2003. Dardot dá vida às suas ideias através das mais variadas formas artísticas, tais como vídeos, exposições e instalações. Desde 1999 que a artista expõe o seu trabalho por todo o mundo e envolve as suas práticas artísticas em discursos globais. Baseado no seu percurso académico, Marilá cria os seus projectos entrando num jogo de palavras, tanto ao nível do seu significado como da sua (trans)formação física.

Nikolaj Bendix Skyum Larsen é um artista sediado em Paris, França. Larsen tem exposto o seu trabalho em diversas exposições por todo o mundo. Algumas dessas exposições são Tension & Conflict’, MAAT, Lisbon; ’The Absence of Paths’, Tunisian Pavilion, Venice Biennale 2017; ‘End of Dreams, Fotografisk Center, Copenhagen, Denmark; ’Word. Sound. Power.’ Tate Modern, UK.

Equipa curatorial

Curadores/ Estudantes do Mestrado e Doutoramento de Estudos Culturais Baptiste Guimiot, Camilla Mongini, Christine Muller, Claudia Lança, Ekaterina Smirnova, Emna Lakhoua, Isabella Sabatini, Jorge Rodrigues, Karolin Spohr, Leonie Davidson, Luiz Nunes, Marta Alves Silva, Mattia Tosti, Sofía Steinvorth, Tzenni Chatzipanou.

Professora de Curadoria: Luísa Santos (FCH-UCP, CECC)

The Lisbon Consortium
Nos últimos 8 anos, o The Lisbon Consortium tem vindo a oferecer um programa bastante reconhecido a nível internacional (3º classificação atribuída pelo Eduniversal
Worldwide Best Masters Ranking em Gestão das Artes e da Cultura) dedicado ao estudo multidisciplinar de Estudos Culturais. Este programa reúne fundamentos teóricos, investigação com aplicação ao nível da programação e gestão cultural.


you may like