Conversa com os artistas internacionais e a curadora Luísa Santos + Jantar & DJ by Ricardo Novembro 17, 2019 0 Novidades a decorrer, Residencias TN

HANGAR | TRIANGLE NETWORK 8ª Edição
Workshop Internacional de Artistas
“UNTITLED”

PROGRAMA PÚBLICO
13 de Dezembro | Sexta-feira | 18h
ENTRADA LIVRE

©Jabulani Maseko

Conversa com os artistas internacionais participantes no workshop Jabulani Maseko (África do Sul), Rosa Vallori (Espanha), Yibo Xu (China)

Jabulani Maseko (África do Sul, 1977) nasceu e cresceu em Joanesburgo na era do regime político do apartheid.
Partiu, por coincidência, no ano em que Nelson Mandela foi libertado de Robin Island e que a África do Sul mudou de regime. Viveu brevemente nos Estados Unidos da América antes de se mudar para o Reino Unido, seu país de adoção onde viveu a maior parte da sua vida de adulto, em Londres.
Após uma temporada em Portugal, em 2010 parte para Veneza onde fica uns meses na Fundação Bevilaqua la Massa, tendo essa estadia sido muito importante para o desenvolvimento da sua atividade artística. Fez mestrado na Slade School of Arts, Universidade de Londres. Expôs em Londres, Luanda, Portugal, França e Suíça. Em suportes diversos, o seu trabalho aborda temas que lhe são íntimos, relacionados com identidade, domesticidade e atualidade, estando atento às questões de integração. A sua visão crítica baseia-se na informação que absorve através da música, da política e de um quotidiano repleto de atividade. Recentemente desenvolve um corpo de trabalho em torno do tema ‘Violência Doméstica’, considerando a situação do indivíduo dentro do coletivo da família.

Rosa Vallori (Mallorca, 1990) vive e trabalha em Barcelona. Na sua prática, procura uma abordagem formal e conceptual da ideia de protecção e das formas de operar espontaneamente na vida quotidiana. O seu trabalho explora objectos numa pesquisa sobre materiais, cores, texturas. Neste trabalho processual, onde os materiais são frequentemente perecíveis, a impermanência é algo que permanece. Está presente nas estruturas e nos materiais, muitas vezes formados pelos restos de qualquer tentativa de produzir. A artista brinca à beira do que se pode perceber, como actos humorísticos subestimados. É um trabalho que duvida, evoluindo para o inacabado, de uma vulnerabilidade que anda de mãos dadas com uma apreciação de alguma forma física que ela cuida. Licenciada em Belas Artes pela Universitat de Barcelona (ES) e pela Hogeschool voor de Kunsten van Utrecht (NL). Foi residente em NauEstruch (Sabadell, ES) e no HISK, Hoger Instituut voor Schone Kunsten (Ghent, BL) no programa de intercâmbio internacional de Sala d’Art Jove (Barcelona). Foi seleccionada para o Prémio de Artes Visuais de Ciutat de Palma Antoni Gelabert (ES) e Prémios Miquel Casablancas (ES). O seu trabalho foi apresentado em Espai Pàtara (Barcelona), Casal Solleric (Palma, ES) e Fabra i Coats.

Yibo Xu (China, 1985) explora multidimensões com base na escultura tradicional como pano de fundo disciplinar. Os trabalhos criam o seu próprio processo de pensamento a partir da perspetiva de dispositivos interativos, imagens imersivas e visualização de dados. Interessado tanto no presente quanto no futuro, arte e tecnologia comunicam numa plataforma de media ampla. Podemos ver esse contexto criativo na sua série “função auto regenerativa”, na qual estão presentes o sentido pós-humano de crise e a preocupação com a sociedade transparente.

Luísa Santos (1980, Lisbon) trained as a communication designer (5 year degree at Faculty Fine Arts Lisbon, 1998-2003) and worked as a designer in advertising and design studios between 2003 and 2006, in Portugal and Italy. In 2006, Luísa Santos moved to London, where she graduated with a Masters in Curating Contemporary Art at the Royal College of Art, with the support of the Gulbenkian Foundation (2006-2008). She has been working as an independent curator since 2008, having lived in England, Austria, Denmark, Germany and Belgium. In 2015, she was awarded her PhD on ‘multidisciplinary approaches in art for social change’, in the frame of the CCCPM programme (SEgroup and Humboldt- Viadrina School of Governance, Berlin), which she has published with Routledge in 2018 under the title Multidisciplinarity: Projects for Social Change in Art and Culture. In 2016, she was awarded a Gulbenkian Professorship and appointed Assistant Professor at the Faculty of Human Sciences of Universidade Católica Portuguesa, in Lisbon, where she is currently coordinating 4Cs: from Conflict to Conviviality through Creativity and Culture, a project co-funded by the European Commission through Creative Europe. She is also a member of ICOM; AICA (Association Internationale des Critiques d’Art – International Association of Art Critics); APHA (Associação Portuguesa de Historiadores da Arte); IKT (International Association of Curators of Contemporary Art); and The British Art Network, Tate, since May 2013.

Imagem: Jabulani Maseko
Apoio: DGArtes e Gasworks


you may like