Concepção e Orientação: Margarida Botelho

Data e Hora: 25 de Fevereiro 2017 | Sábado | 14h00 às 17h00

Público-alvo: 5 aos 12 anos

Preço: 5 euros – Todos os materiais estão incluídos no preço

Local: MINI-HANGAR | Rua Damasceno Monteiro, 12 (Graça)

Inscrições: ana.almeida@hangar.com.pt | geral@hangar.com.pt | +351 21 887 1481

“Viagens de ida e volta” é uma oficina de ilustração, histórias e ecologia. Quando as minhas imagens se cruzam na floresta e na cidade…
De quantas imagens é feita uma ideia? Como posso ilustrar uma ideia, uma intenção e um encontro? Workshop de exploração plástica com ilustração tridimensional a partir da criação de ideias individuais e coletivas dentro do livro Yara/Iara.
O livro Yara/Iara relata a história documental de duas culturas que por comparação e reflexão poderão ter mais em comum do que à partida se imagina. Yara é uma menina kayapó que vive numa aldeia da AMAZÓNIA, num país chamado BRASIL, e Iara é outra menina, mas que vive numa cidade da EUROPA, num país que poderá ser PORTUGAL. Ambas iniciam, em lados opostos do livro, uma viagem para o encontro!
Em agosto de 2012, Margarida Botelho e Mário Rainha Campos viajaram até Kararaô, uma aldeia indígena kayapó na bacia do rio Xingu na Amazónia, no estado brasileiro do Pará. A existência desta e de muitas outras aldeias indígenas está ameaçada pela construção da central hidroelétrica de Belo Monte, que irá desalojar milhares de pessoas, para além de provocar danos ambientais irreversíveis. Yara/Iara nasceu a partir das vivências dos dois arteeducadores na aldeia Kararaô, num período de conflito social e ambiental. YARA/IARA é o segundo livro da coleção POKA POKANI. O primeiro livro tem Moçambique como palco de intervenção e chama-se EVA/EVA. O terceiro livro viaja por Timor-Leste e chama-se LYA/LIA. A coleção POKA POKANI é parte integrante de um projeto artístico de intervenção comunitária que assenta na recolha de histórias de vida originárias de geografias lusófonas, narradas na primeira pessoa, através de diários gráficos.

CONCEPÇÃO E ORIENTAÇÃO

Margarida Botelho

Margarida Botelho (Almada, 1979). Licenciada em Arquitetura pela Universidade Técnica de Lisboa e Mestre em Sequential Design/ illustration pela Universidade de Brighton, desde 2005 que publica livros para o público infanto-juvenil onde constrói as palavras e as imagens dessas casas/livros. Como gosta de experiências inesperadas e acredita no compromisso entre arte, educação e mundo social desenvolve experiências educativas com várias comunidades em vários contextos; cria e realiza projetos artístico-educativos em bibliotecas, escolas, centros culturais e sociais, museus em Portugal e noutros países. Tem sete livros publicados em Portugal e no Brasil como escritora e ilustradora: “Os Lugares de Maria”, “A Casa da Árvore”, “A Coleção”, “As Cozinheiras de Livros”, “Eva/Eva”, “Yara/Iara” e “Lya/Lia”. Recentemente esteve a trabalhar com a Unesco em projetos de intervenção comunitária através da arte desenvolvendo uma nova coleção de livros Poka Pokani em Moçambique, no Brasil, na Indonésia, na Índia, Timor-Leste e Cabo Verde. Em 2015 foi uma das nomeadas pela DGLB para o Prémio ALMA – Astrid Lindgren Memorial Award, como promotora da leitura com o seu projeto ENCONTROS.