Vânia Gala é coreógrafa e pesquisadora. É licenciada em dança pela E.D.D.C. (European Dance Development Center, 1999) Hogeschool voor Kunst – Arnhem, Holanda, com mestrado em coreografia, com distinção, pelo Conservatório de Música Trinity Laban. Vânia Gala é professora de dança na Universidade de Northampton. Desde 2015 é doutoranda na Universidade de Kingston, premiada com uma bolsa de estudos PASS.

Em 2005 recebeu o prêmio de “Melhor Performance Feminina”. Em 2007 atuou no 1º Pavilhão Africano na Bienal de Veneza. Suas criações recentes incluem “Cooling Down Signs”, uma comissão pan-europeia da Beyond Front@ realizada no Dance Week Festival (Croácia); D.I.D (Áustria); Front@ Festival (Eslovênia) e Bakelit (Hungria). As coreografias de Gala, assim como suas palestras sobre performance tratam de ações em torno das coisas invisíveis. Suas últimas intervenções performativas incluem a série give&take na Tate Modern, Londres. Vânia Gala tem textos publicados no catálogo do Pavilhão angolano da Bienal de Veneza de 2015. Gala colaborou como performer com a companhia Les Ballets C. de La B., Constanza Macras e com a artista visual Sonia Boyce. Seu trabalho coreográfico já foi apresentado em Angola, Portugal, Noruega, Alemanha, Irlanda, Reino Unido, Federação Russa e Áustria.