OPAVIVARÁ!
RESIDÊNCIA ARTÍSTICA E INTERVENÇÃO URBANA

23 de Junho a 1 de Julho 2017

OPAVIVARÁ! é um coletivo de arte do Rio de Janeiro que desenvolve ações em locais públicos e instituições culturais, propondo deslocamentos e inversões dos modos de uso e ocupação da cidade, através da criação de

disparos poéticos, ambientes envolventes e dispositivos relacionais que geram experiências de cooperação, situações coletivas e momentos públicos. Durante sua residência no Hangar, OPAVIVARÁ! pretende desenvolver uma nova série de TRANSNÔMADES, módulos móveis, carrinhos adaptados, transignificados, movidos por tração humana que percorrem os transitórios espaços públicos das urbes, transviando dinâmicas de eterna errância, transitando sempre na resistência e no embate do corpo com a cidade, da carne com o asfalto. Uma colagem transcultural que busca em locais como a Feira da Ladra e a Mouraria se apropriar de dispositivos móveis do nosso cotidiano, transformando seus usos comuns, transcodificando uma atmosfera de familiaridade e estranhamento

simultaneamente. Os dispositivos ficam à disposição do público para serem ativados dentro e fora do Hangar, criando transversais nos intervalos do fluxo urbano, transtemporalidades que se opõem à aceleração do tempo e à compartimentação do espaço e, como num transe, permitem transcendermos a outros modos possíveis de se viver junto.

 

Ações selecionadas:

2017

Utupya, A Gentil Carioca, Rio de Janeiro, Brasil

Batuque na cozinha, performance Guggenheim Museum, Nova Iorque, EUA

2016

32ª Bienal de São Paulo, Incerteza Viva, São Paulo, Brasil.

Brazil, Beleza?!, Museu Beldeen Ann Zee, Haia, Holanda.

Soft Power, Kunsthall KAdE, Amersfoort, Holanda.
Formosa Decelerator, Projeto Brasil, HAU 2 em Berlin e HELLERAU – European Center for the Arts, em Dresden, Alemanha

Transnomaden, Projeto Brasil, Künstlerhaus Mousonturm, Frankfurt, Alemanha

2015

Cariocas, Renaissance, Lille 3000, Maison Folie Wazemmes, Lille, França.

“The City is Ours, the Body is Mine: Urban Spatial Practices in Contemporary Latin America”, CUNY Graduate Center of the City University of New York.

12º Bienal de la Habana, “Entre la idea y la experiencia”, Cuba.

2014

Taipei Biennial, “The Great Acceleration – Art in the anthropocene”, Taipei Museum of Fine Arts, Taiwan, curated by Nicolas Bourriaud

 

Programação inserida no “Lisboa Capital Íbero-americana de Cultura 2017”