Jayne Dyer by Ricardo January 21, 2016 0

Austráliana, residente em Lisboa.

www.jaynedyer.com

A prática artística de Jayne Dyer’s concentra-se nas trocas interculturais entre a Austrália e a Ásia, mas tem-se vindo a focar cada vez mais na Europa oriental e ocidental. A artista leva a cabo projectos híbridos e, muitas vezes, colaborativos, e viveu durante muito tempo em países que estavam a passar por períodos de grandes transformações económicas e ambientais.

As suas exposições incluem participações na Colombo Art Biennale, Sri Lanka (2016); White Noise, Bury Art Museum, Reino Unido (2016); Sharpness, Anna Pappas Gallery, Melbourne, Austrália (2016); Personal Structures-Crossing Borders, Palazzo Mora, 56th Bienal de Veneza, com o apoio do Centro Cultural Europeu, da Global Art Affairs Foundation, Holanda, e dos PITT Projects, Reino Unido (2015); Outside Reading, JCCAC L0 Gallery, Hong Kong (2014); Dallas Art Fair, EUA, representada pelos PITT projects, Reino Unido (2014); India Art Fair, representada pela Gallery Espace, Nova Deli (2014); Unbound, Macquarie University Gallery, Sidney, Austrália (2013); House of Gold, Chenies Manor House, Buckinghamshire, Reino Unido (2013); Ger to Ger, Mongolia National Art Gallery, Ulaanbaatar, Mongólia (2013); The protest that never ends, ARTISTERIUM 5 / 2012, Tbilisi, Geórgia; The Butterfly Effect, ARTBosphorus, Istambul, Turquia (2012); URS27 Urban Regeneration Series, Taipei City Urban Redevelopment Initiative, Taiwan (2011); postEDEN, Today Art Museum, Pequim, China (2010); The Recycled Library, Art Space, Mackay, Austrália (2010); Spill, Kuandu Museum of Fine Arts, Taipé, Taiwan (2009). As suas comissões incluem: K11, New World Development, Hong Kong; Four Seasons, Pequim; Crown Melbourne, Perth e Manila; Swire East and City Plaza, Hong Kong; Modi residence, Delhi. As suas residências incluem: e-Co.design – Sunhoo (Hangzhou 2011); Fubon Art Foundation (Taipé 2010); Taipei National University of the Arts (Taipé 2009); Asialink Austrália (Pequim 1996, Taipé 2008); Lingnan University (Hong Kong 2007); Art Gallery of NSW, Austrália (Cité International des Arts, Paris 1999, 2005); Monash University (Itália 1993). Os prémios que recebeu de entidades governamentais australianas e internacionais incluem: Individual Artist Award (Governo Federal Australiano, em reconhecimento pelo êxito artístico na Ásia (2013); o prémio do Australian Council for the Arts (subsídio para um novo trabalho, 2008); uma medalha de serviço público do governo Australiano (pela contribuição para as artes e para a educação 2005).

Jayne Dyer é representada por: Gallery Espace, Nova Deli, Índia; China Art Projects, Pequim, China; Anna Pappas Gallery, Melbourne, Austrália.