CHULLAGE by Ricardo
Chullage, de origem caboverdeana, criado na margem sul de Lisboa, é rapper, dizedor, produtor e sound designer. Nas suas palavras poeta sónico e visual. Tem 3 álbuns editados (Rapresálias 2001, Rapensar 2004 e Rapressão 2012) e várias colaborações com outros músicos. Da sua discografia pessoal destacaram-se os temas rhymeshit que abala, mulher da minha vida, national guettografik, ignorância XL, já não dá, N.I.G.G.A.S, eles comem tudo, cabo verdi nu bai, warria, entre outros. O interesse em explorar outros domínios da palavra levou-o ao spoken word, onde durante muitos anos, como Sr. Preto, juntou os seus textos à música de colaboradores ou fê-los ouvir em eventos de palavra dita. Agora chama AKapella47 à sua palavra. Deste projecto e, em colaboração com Sliitz, saíram os vídeos “Don’t Believe da Hype” e “intenCIDADES”. Este último texto fez parte do espectáculo “Periférico” no CCB e fechou o Iminente 2017 de VHILS. Actualmente está focado…
READ MORE
AF DIAPHRA by Ricardo
Alexandre Francisco Diaphra é um beatmaker português, MC e artista multimédia, com ascendência da Guiné-Bissau e Angola. Cria música que mistura ritmos com influência da África Ocidental, poesia, jazz e hip hop. Participou nos álbuns e digressões europeias de Batida, um projecto afro-electro angolano. Em julho de 2015, lançou o primeiro álbum do seu projeto a solo: Blackbook of the Beats com a editora suíça Mental Groove: «Um desses álbuns conceptuais que se ouve de uma só vez, um pouco mágico e orgânico, o que nos leva a uma jornada psicadélica através do jazz experimental, batida abstrata, hip-hop aéreo, permitindo ao mesmo tempo erros. A melódica voz do AF Diaphra transmite palavras revestidas de poesia portuguesa falando, tocando ou cantando. »(Djolo) Mostra todo o seu processo criativo no filme de 30 minutos, que vem junto com o álbum e que foi co-produzido Manuel Bello Lino. Meio documentário e meio imaginário,…
READ MORE