Vanessa Fernandes by Ricardo
Vanessa Fernandes (1978, Guiné-Bissau) viveu em Paris, Macau, Porto-Portugal, Alemanha e regressa ao Porto em 2012 onde reside até hoje. Fez o segundo ano em Design de Comunicação na Faculdade de Belas Artes do Porto; terminou o curso de Som e Imagem na Universidade Católica do Porto; e em Julho de 2016 o Mestrado em Realização de Cinema e Televisão na ESAP. Participa no III Festival de Rua de Layounne, Sahara Ocidental em 2018 com instalação e projeção em Video Mapping. Actualmente e como realizadora está a fazer uma série para a RTPlab “Matemática Salteada” com Inês Guimarães (Mathgurl), e o documentário “Talea Jacta est” uma banda de Rock do Porto com Pedro Pestana e João Pais Filipe, vencedores do Criatória do Porto 2018/19. Realizou algumas curtas metragens de ficção, video dança e filme experimentais, tais como; “Tradição e imaginação” (recebeu o 2° Lugar no I prémio Cornelia Eckert de…
READ MORE
Ramiro Guerreiro by Ricardo
Ramiro Guerreiro (1978, Portugal) frequentou o curso de Arquitetura na Universidade do Porto para passar ao Programa de Estudos Independentes na Maumaus - Escola de Artes Visuais. Tem exposto com regularidade desde 2003. Nas exposições individuais destacam-se: "Moi Aussi..." (Galeria Lehmann+Silva, Porto, 2019); "Sem Título [Um Tanque sem Fundo]" (Adega de Olhalvo, Alenquer, 2018); “The TINA Pamphlet” (Pneuma Project, Lisboa, 2017); “Austerity - International Style - Spring/ Summer 2016” (Künstlerhaus Bethanien, Berlim, 2015); “Instructions” (Arte Tranquilidade, Lisboa, 2013); “Marseille” (Galerie Château de Servières, Marselha, 2013); “Resto” (Pavilhão Branco, Lisboa, 2011); “Verdes Anos” (Cinzeiro 8, Museu da Electricidade, Lisboa, 2009) ou “Acções, Propostas e Uma Intervenção” (Lumiar Cité, Lisboa, 2009). Guerreiro apresentou performances em: École Superieur de Beaux-Arts (Angers, 2017), Museu de Serralves (Porto, 2016), Arquipélago - Centro de Artes Contemporâneas (Ribeira Grande, 2015) e na Fundação Calouste Gulbenkian (Lisboa, 2013), entre outros espaços.
Das exposições colectivas destacam-se: "Ponto de Fuga" (Galeria…
READ MORE
Paulo Arraiano by Ricardo
Paulo Arraiano (1977, Portugal) licenciou-se em Comunicação pelo ISCEM (Lisboa) e frequentou Artes Plásticas na Ar.Co – Centro de Arte e Visual (Lisboa). É também co-fundador da re_act contemporary, laboratório e programa de residência [Açores] e no.stereo, artist-run platform. Conta com inúmeras exposições, individuais e colectivas, nacionais e internacionais, das quais se destacam Dimora Artica [Milão]; Hawaii-Lisbon [Lisboa]; Pivô (S.Paulo); Museu d’Historia da Catalunya (Barcelona); Art Rotterdam [Roterdão]; Cidade das Artes Museum [Rio de Janeiro]; MAH Museum [Açores]; Quartier General, Centre d’art Contemporain [La Chaux-de-Fonds]; Aeroplastics Contemporary [Bruxelas]; Petra Gut Contemporary [Zurique]; TAL Gallery [Rio de Janeiro]; ArtRio [Rio de Janeiro]; The Dot Project (Londres]; Palácio da Pena [Sintra]; Forty/Forty [Varsóvia]; Galeria Graphos [Rio De Janeiro]; Museu do Côa [V. N. Foz Côa]; ArtWhino [Washington DC]; Hifa, Harare International Festival Of Art [Zimbabwe]; Câmara Municipal do Porto [Porto]; Museé d’Art Moderne [Luxembourg], Scope/Miami Basel [Miami]; National Building Museum [Washington DC];…
READ MORE