Workshop Internacional de Artistas 2017
(Im)Possibilities

Open call: 30 de Julho a 25 de Agosto 2017
Workshop: 4 a 17 de Dezembro 2017
Open Call : Para artistas portugueses ou residentes em Portugal

 

Regulamento

Descrição, datas, local e organização do Workshop:

  1. O workshop (Im)Possibilities é a sexta edição em Portugal do workshop da rede artística internacional Triangle Network (trianglenetwork.org). A estrutura do workshop seguirá o modelo da rede, isto é, reunir durante duas semanas um grupo de artistas locais e internacionais (em igual número) possibilitando um trabalho de conjunto e a troca de experiências artísticas, processuais e culturais. Um programa de apresentações, seminários e um Open day completam o calendário do workshop e dão suporte e visibilidade ao trabalho em curso. Seis artistas internacionais e seis artistas nacionais participarão neste projecto. Uma parte será seleccionada por convite ou a partir da lista de artistas pertencentes à rede Triangle  Network. A outra parte será seleccionada a partir do concurso em epígrafe, aberto a artistas com ou sem experiências anteriores nesta rede. A participação neste workshop em Portugal incrementará a rede com novos artistas que poderão beneficiar futuramente da rede de workshops internacionais implementados em todo o mundo.
  2. O workshop realiza-se de 4 de Dezembro a 17 de Dezembro 2017.
  3. O workshop terá lugar no HANGAR, na  Graça em Lisboa.
  4. O workshop é organizado pela Xerem – Associação Cultural (Lisboa) e Triangle Network, rede artística internacional (Londres).

 

Objectivos, condições e perfil dos artistas:

  1. O workshop (Im)Possibilities pretende:
    • Criar um espaço de reflexão onde os artistas sejam convidados a desenvolver trabalho, colaborando num contexto de experimentação com o espaço e o contacto com os outros artistas.
    • Possibilitar diálogo e intercâmbio artístico entre um grupo internacional de artistas que explore a diversidade e a compreensão entre diferentes culturas
    • Oferecer acesso a espaços alternativos para desenvolver trabalho determinado dentro do site-specific
    • Propôr ao público geral uma experiência dentro da arte contemporânea, complementar ou alternativa à experiência nas instituições e espaços comerciais.
    • Permitir o acesso ao processo criativo artístico a uma audiência diversificada através do Open day e a programação de seminários
  2. O workshop fornece:
    • Alojamento aos artistas que residam fora de Lisboa e refeições.
    • Espaço para desenvolver o trabalho.
    • Programa de conversas, seminários e Open Day.
    • Fee de 300 € e apoio à produção no valor de 100€.
    • Apoio criativo, curatorial e técnico durante o workshop.
    • Colaboração entre artistas e curadores nacionais e internacionais
    • Facilidades práticas, técnicas de pesquisa e trabalho, proporcionando o desenvolvimento profissional e a troca artística com ênfase no processo criativo. A sustentação, as redes e o ambiente criativo proposto fornecerão aos artistas os meios para experimentar ideias, métodos e meios.
    • Publicação de um livro que documenta os processos desenvolvidos pelos artistas.
  3. Os artistas deverão:
    • Estar disponíveis para permanecer em residência a tempo inteiro, durante o período em que se realiza o workshop.
    • Participar em todas as actividades do workshop.
    • Apresentar o seu trabalho aos restantes artistas e convidados.
    • Autorizar a publicação de documentação sobre o seu trabalho nos materiais publicados pela organização, assim como disponibilizar-se para participar no processo de recolha de material.
    • Desenvolver um processo criativo e ser auto-suficientes.
    • Colaborar entregando previamente as necessidades de produção, nas datas estabelecidas pela organização.
    • Estar aberto a desenvolver uma actividade que inclua o processo participatório ou colaborativo.
    • Trabalhar o formato de apresentação para o Open Day, que encerrará o workshop, tendo em conta que se valorizará mais o processo e experimentação e não tanto a obra concluída.
    • Colaborar no encerramento da iniciativa, nomeadamente na limpeza do seu espaço de trabalho.
    • Ser responsáveis pelo transporte das suas obras após o encerramento do workshop. (A organização não se responsabiliza pelo armazenamento de qualquer objecto)
    • Ser responsáveis pela obtenção dos seus vistos de entrada em território português.
    • Ser responsáveis pela obtenção de seguros.

Concurso:

  1. Data de abertura: 30 de Julho 2017.
  2. Data limite para apresentação de candidatura: 25 de  Agosto de 2017
  3. Data da divulgação dos resultados: 5 de Setembro de 2017, por email aos selecionados.

Âmbito do concurso e perfil dos candidatos:

  1. O âmbito desta convocatória é internacional e prevê a selecção final de seis artistas.
  2. Os candidatos a este concurso deverão ser artistas de nacionalidade portuguesa que vivam em Portugal ou no estrangeiro, assim como artistas estrangeiros, desde que sejam residentes em Portugal.
  3. Os candidatos deverão aceitar trabalhar com recursos materiais limitados, estar interessados numa abordagem relacional com o espaço e com os outros participantes e entender a experiência do workshop como uma oportunidade para desenvolver processos criativos originais e experimentais.
  4. Os artistas que foram residentes no passado de uma iniciativa de residências promovida pelo Hangar ou Xerem , não são elegíveis.

Formalização das candidaturas:

Documentação necessária (em inglês ou português):

  1. CV actualizado
  2. Portfólio
  3. Carta de motivação que inclua uma breve descrição de ideias a serem desenvolvidas durante o workshop.
  4. As candidaturas serão submetidas unicamente através do e-mail xerem@gmail.com devendo toda a informação ser entregue em formato PDF até 10 MB.

Júri:

O Júri do concurso é constituido por: Mónica de Miranda, Bruno Leitão

Cláusula de salvaguarda

  1. Da decisão do Júri não existe recurso.
  2. A organização reserva-se no direito de excluir as candidaturas que não sejam elegíveis.
  3. As condições apresentadas neste regulamento ficarão prejudicadas caso não se concretizem atempadamente os apoios estatais de que este projecto é beneficiário.
  4. Os casos omissos neste regulamento serão decididos pela organização.
  5. Ao submeterem a candidatura, os candidatos declaram ter conhecimento e aceitarem as condições deste regulamento.