Performance por Welket Bungué

DATAS: 20, 21 e 22 de Dezembro 2017
HORA:  20h
ENTRADA: 6€

Direção: Welket Bungué

Performer, Dramaturgia e Produção: Welket Bungué

Fotografia de Cena: Kristin Bethge

Textos: Paulo T. Bungué e Welket Bungué

Cortesia de imagens: Miguel de Barros

Edição Vídeo: Welsau Bungué – WBTVChannel

Músicas: José Carlos Schwarz

O espetáculo traz cenas de nudez, a idade mínima aconselhável é 14 anos.

Tchon di Balanta, photos by Kristin Bethge

Guiné-Bissau, Portugal, Brasil, Cosmo. O universo e três culturas distintas se reúnem num só corpo, voz, indivíduo. O migrante tem origem, o nacionalizado permanece estrangeiro, o cidadão é ainda um ser livre e ao mesmo tempo politizado?! Balantas são originários da Guiné-Bissau, país situado na costa ocidental da África, e Welket é hoje também e ainda balanta, mas cresceu numa Europa pós-moderna, viveu em Portugal e no Brasil. ‘TCHON Di BALANTA’, é dança, movimento e musicalidade que se inscrevem sob o desejo de um indivíduo desbravar o que lhe resta da sua herança cultural de origem africana, e o homem pós-moderno europeu-ocidentalizado em que se viu tornar.

Welket Bungué

Ator, performer, guionista, realizador, autor, o luso-guineense de etnia balanta Welket Bungué, nasceu em 1988 e é membro permanente da Academia Portuguesa de Cinema. Estreou-se como ator em 2006 com ‘Hamlet’ dirigido por David Silva. Formou-se em Teatro, no ramo de atores pela Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa e é graduado em Artes da Performance pela UniRio – RJ. Sempre teve predileção pelo cinema, e desde 2008 que trabalha na área tendo-se estreado no filme ‘KAMINEY’ realizado pelo diretor indiano Vishaal Bahardwaj. Nos últimos anos filmou no Brasil com Marcelo Gomes ‘Joaquim’ (2017), Marcelo Caetano ‘Corpo Elétrico’ (2017) e Bernard Lessa. Atualmente coordena o festival de cinema e arte urbana Shortcutz Rio de Janeiro e vive entre Portugal e Brasil.