Abraham Onoriode Oghobase nasceu em Lagos, na Nigéria, em 1979. Estudou na Escola de Arte, Design e Imprensa da Faculdade de Tecnologia de Yaba em Lagos, com especialização em fotografia. A busca pelo propósito da vida levou Oghobase a desenvolver um trabalho no qual explora questões relativas às emoções e identidades humanas em cenários sócio-econômicos específicos, muitas vezes usando a si próprio como material para as obras performáticas.  Em seu trabalho mais recente, Oghobase adaptou a técnica de impressão da separação das quatro cores para construir composições híbridas que consistem em camadas monocromáticas de imagens. Entre as exposições da qual participou destacam-se:  Palais des Beaux Arts (BOZAR), em Bruxelas (2016), Victoria and Albert Museum, Londres (2014), KIASMA Museum of Contemporary Art, em Helsínquia (2011) e no 6º e 8º Bamako African Fotografia Bienal (2005 e 2009). Foi nominado para a edição de 2013 do Prêmio de Fotografia AIMIA-AGO e foi finalista em 2014 do prestigioso Prêmio Pictet global de fotografia e sustentabilidade. Oghobase vive e trabalha em Lagos, onde pratica sua arte e contribui regularmente para fóruns artísticos, oficinas e festivais.